preço de um relógio de ponto digital preço de um relógio de ponto digital

Qual o preço de um relógio de ponto digital (REP)?

7 minutos para ler

Controlar os pontos dos funcionários é uma atividade necessária. Empresas que possuem 10 ou mais funcionários precisam necessariamente fazer esse controle de ponto para seguir a legislação vigente. Tanto as empresas que acabaram de atingir essa marca (um ótimo sinal de crescimento!) quanto empresas que já tem mais colaboradores há mais tempo, é comum que ambas façam uma pesquisa de preço de um relógio de ponto digital. Há já diversas outras maneiras de se fazer o controle de ponto de funcionários que não envolvem comparar preço de um relógio de ponto digital. O controle de ponto online costuma substituir muito bem, principalmente para pequenas e médias empresas que querem economizar.

De qualquer forma, se o desejo da empresa for continuar a utilizar um REP é muito importante fazer uma investigação de preço de um relógio de ponto digital. Há modelos com poucas funcionalidades, mas com um custo acessível a até modelos bastante complexos que chegam a custar até R$3.000. É importante entender quais realmente são as necessidades da sua empresa para evitar gastar dinheiro desnecessariamente.

Qual o preço de um relógio de ponto digital básico?

Um REP básico, como funcionalidades limitadas custa na faixa de R$600-R$800. As funcionalidades que costumam vir inclusas nesses casos são:

Saída USB

Mesmo o mais básico dos REPs vem com uma saída USB. Essa saída serve para o usuário exportar os dados dos pontos batidos ao final do mês e importá-lo em algum sistema de tratamento de ponto ou disponibilizá-lo para o fiscal do Ministério do Trabalho. Esse processo de exportar os dados é necessário para as empresas que queiram se enquadrar na Portaria 1510 do Ministério do Trabalho.

Sistemas mais modernos de controle de ponto online já dispensam esta atividade já que todos os dados ficam gravados na nuvem, e não no dispositivo, e podem ser acessados sempre que necessário.

Tela e Botões

Independente do preço de um relógio de ponto digital, todos eles contam com algum tipo de interface para que o usuário cadastre e altere os dados dos colaboradores que o utilizarão no dia a dia. Para cadastrar um funcionário é tipicamente necessário informar o PIS e algum código de identificação.

Fazer alterações e descadastros também são feitos através deste método. É comum que um REP tenha capacidade para alguns milhares de cadastros, suficiente para a grande maioria das empresas

Leitor de código de barras

Nos dispositivos mais simples de controle de ponto há pelo menos um leitor de código de barras. Este serve para ler o crachá do funcionário e fazer o seu registro de ponto. Este meio de controlar o ponto tem caído em desuso por sua falta de segurança (uma pessoa pode emprestar seu cartão a outra), mas ainda está no preço de um relógio de ponto digital.

Bateria

Sabemos que nem sempre a disponibilidade de energia elétrica é confiável. Para estes casos que a grande maioria dos REPs vem com uma bateria acoplada. Tipicamente o dispositivo de ponto fica ligado em uma tomada e a bateria é acionada quando há queda de energia. Contudo, se a queda acontecer por um período prolongado, a bateria pode não durar e a marcação do ponto fica inviabilizada. Nestes casos, é comum que as empresas recorram a um livro de ponto ou planilha de controle de ponto.

Qual o preço de um relógio de ponto digital mediano?

Um REP de nível mediano já possui uma série de outras funcionalidades que podem ou não ser necessárias. Tipicamente quem está disposto a pagar por um relógio mais caro (na faixa de R$1.000 a R$1.500) pode se interessar por essas facilidades que incluem:

Biometria

Talvez a funcionalidade mais utilizada e desejada, a marcação do ponto via biometria tende a ser um bom custo benefício do preço de um relógio de ponto digital relativamente mais caro. Na grande maioria dos casos é utilizada a digital do funcionário como forma de biometria. Essa digital é cadastrada e posteriormente o processo de bater o ponto fica mais simplificado.

Alguns sistemas de controle de ponto online já permitem outros sistemas de biometria como o reconhecimento facial. Mas este mundo de reconhecimentos biométricos possui muitas outras vertentes, incluindo reconhecimento de íris, ondas cardíacas e até mesmo o jeito de andar!

Telas touch screen

Telas touch screen podem facilitar um pouco a usabilidade do REP e, por isso, acabam tornando-o mais caros.

Impressora

Impressoras são muito importantes para empresas que querem ou precisam seguir as regulações da Portaria 1510 do Ministério do Trabalho. Esta portaria exige que os REPs imprimam um comprovante para o funcionário a cada batimento de ponto.

O problema desta funcionalidade é a sua necessidade de manutenção. Sempre que a bobina de papel ou a tinta do REP acaba é necessário fazer a troca. Sem contar que é bastante comum que os próprios funcionários joguem fora os comprovantes pela dificuldade de guardar uma enorme quantidade de papel.

Um sistema de ponto digital, como o da mywork, facilita a visualização desse histórico de pontos dado que esses registros ficam online e visíveis tanto para o funcionário quanto para o gestor independente do dispositivo. É menos desperdício e mais transparência para todos!

Wi-fi

O preço de um relógio de ponto digital que possua wi-fi é bem mais elevado, mas essa funcionalidade também é uma mão na roda. O wi-fi permite que o REP conecte diretamente com o software de tratamento de ponto, que tem o objetivo de permitir correções e ajustes na marcação de ponto dos funcionários ao final do mês para posterior incorporação à folha de pagamento.

Qual o preço de um relógio de ponto digital avançado?

O preço de um relógio de ponto digital top de linha costuma passar de R$2.000. Para muitas empresas este valor pode ser bastante inacessível. Contudo, para aquelas que realmente querem esbanjar, há REPs que possuem ainda mais funcionalidades:

Tratamento de ponto

Um sistema de tratamento de ponto é separado do relógio de ponto em si. Ele serve, como dito anteriormente, para fazer ajustes nos pontos marcados, principalmente no caso de erros e esquecimento.

Um sistema de tratamento de ponto é tipicamente contratado à parte. Contudo, alguns REPs são tão caros que podem até oferecer esse sistema “de graça”. Se o REP já contar com wi-fi é possível que ele se integre de forma automática.

Um sistema de ponto online já vem com esse funcionalidade agregada, o que facilita todo este processo.

Sistema de inviolabilidade

O REP tem a desvantagem de poder ser aberto e manipulado, diferentemente de um sistema online. Contudo, os REPs mais avançados que dificultam a violação de seus registros

Conclusão

Há vários tipos de REPs e o preço de um relógio de ponto digital pode variar substancialmente de acordo com as funcionalidades que você busca. Há, contudo, outras soluções de marcação de ponto que podem ser mais efetivas, como um sistema de controle de ponto online.

Se você tem interesse em testar o sistema de ponto da mywork, você criar uma conta aqui e testar grátis. Se preferir, você pode também acessar nosso site e preencher nosso formulário para entrarmos em contato.

Posts relacionados

Um comentário em “Qual o preço de um relógio de ponto digital (REP)?

  1. Bom dia.

    Gostaria de saber qual é a faixa de valor que vocês praticam no relógio digital? Pode ser um valor aproximado para uma análise inicial. Temos cerca de 3.000 funcionários, caso essa informação seja relevante. A principal funcionalidade que precisamos é a possibilidade de consultar online um fechamento mensal do batimento de pontos dos funcionários, de modo que cada um tenha possa acessar. Muito obrigada.

Deixe um comentário