Treinamento para funcionários: como fazer?

10 minutos para ler

Sua empresa já teve dificuldades em estruturar um treinamento para funcionários?

Muitos profissionais enfrentam dificuldades em realizar cursos profissionalizantes e de atualização nas áreas em que atuam ou gostariam de atuar. O mesmo acontece com muitas empresas, que enfrentam dificuldades para contratar profissionais qualificados para suas vagas de trabalho. Num mercado cada vez mais competitivo é indispensável que ambos lados tenham oportunidades de capacitação e desenvolvimento de suas atividades para alcançarem o sucesso. 

Nesse contexto, uma solução eficaz para aumentar os resultados das equipes e, consequentemente, da empresa como um todo, é investir em treinamento para funcionários, de modo a expandir as habilidades dos colaboradores e reduzir possíveis gaps de conhecimento.

Pensando na importância desse assunto, a mywork elaborou esse artigo para auxiliar empresas e colaboradores no entendimento da importância do treinamento para funcionários e para trazer algumas dicas de como realizar tais treinamentos. É só prosseguir com a leitura!

Afinal, qual é a importância e os benefícios do treinamento para funcionários?

A capacitação e treinamento para funcionários é uma prática adotada pelas empresas para aumentar e melhorar o desempenho das equipes e potencializar os resultados. Afinal, quando a empresa investe em treinamentos para funcionários, ela está investindo em si mesma. 

O resultado desse investimento é a retenção de talentos e criação de profissionais mais preparados, alinhados com os valores e objetivos da empresa e motivados a aplicar o conhecimento adquirido nos treinamentos.

Outro benefício de se oferecer treinamento para funcionários é a diminuição da rotatividade dos colaboradores, pois o profissional que domina suas atividades e conhece bem a empresa se sente seguro com seu trabalho e tem boas perspectivas de permanecer na corporação.

Além disso, como mencionado anteriormente, muitas empresas encontram dificuldades em prospectar profissionais qualificados para suas vagas e investir em capacitações internas é uma forma não apenas de ter vantagens competitivas no mercado com os colaboradores que já fazem parte da empresa, mas também de oferecer um diferencial para futuras contratações.

Quais são as principais barreiras para realizar o treinamento para funcionários?

Muitas empresas e gestores entendem a capacitação e o treinamento para funcionários como sinônimos de custo. Essa percepção é um dos maiores mitos relacionados à implementação de treinamentos, uma vez que existem diversas estratégias de capacitação que podem ser aplicadas no dia a dia das empresas sem custo algum. 

Outro impedimento que pode dificultar a aplicação de treinamentos para funcionários é a má gestão do departamento de recursos humanos, que, idealmente, seria responsável pela gestão dos treinamentos e das demais ações de endomarketing.

Deixar de apostar em treinamento para funcionários é um erro comum entre as empresas, pois independente do investimento, o retorno é quase sempre garantido. A melhor estratégia para definir quais treinamentos são necessários e qual é a melhor e mais viável maneira de aplicá-los é alinhar as opiniões de gestores e funcionários da empresa com o departamento de RH, de modo a mapear qual caminho seguir para oferecer uma capacitação profissional aos colaboradores.

Como identificar quais treinamentos são necessários dentro da minha empresa?

 Como mencionado anteriormente, o departamento de recursos humanos geralmente é responsável por identificar o melhor treinamento para funcionários dentro da empresa. Não existe regras para definir como essa identificação deve ser feita, porém identificamos algumas etapas cruciais para o entendimento das necessidades de treinamento nas empresas:

1- Definição de objetivos: antes de dar início aos treinamentos, é essencial entender quais são os objetivos que a empresa pretende atingir ao oferecer uma capacitação para seus profissionais. É necessário um planejamento para que os gestores e o RH entendam a rotina dos colaboradores, o impacto que o treinamento pode ter no desempenho das equipes, metas individuais que devem ser alcançadas após o treinamento, etc. 

Isso é fundamental para que os colaboradores tenham um direcionamento assertivo em seu treinamento e, assim, possam se desenvolver de maneira mais alinhada com os objetivos da corporação.

2- Conheça as fraquezas das equipes: é conhecendo as fraquezas e gaps das equipes que um gestor pode prever acontecimentos graves no futuro. A partir do momento em que são criadas estratégias para conhecer as forças e pontos de melhoria dos funcionários, como as avaliações de desempenho, é possível identificar quais são os treinamentos necessários para melhorar a performance da equipe e evitar problemas.

Muitos treinamentos mal-sucedidos são consequências do mau entendimento das necessidades individuais e coletivas das equipes, por isso é fundamental que o mapeamento correto de tais necessidades seja feito.

3- Incentive lideranças participativas: o melhor exemplo para qualquer colaborador é um líder que participa das atividades de sua equipe. A partir do momento em que as lideranças se envolvem no processo de treinamento de funcionários, o engajamento da equipe aumenta, uma vez que os times enxergam um maior potencial de crescimento dentro da organização. Afinal, se meu líder participa dos treinamentos e tem sucesso na empresa, por que o mesmo não pode acontecer comigo?

Promover treinamentos nos quais o colaboradores ensinem uns aos outros também é uma solução interessante, uma vez que ao se tornar mentor de seus pares, um colaborador assume um novo nível de responsabilidade com a empresa e inspira seus colegas a se desenvolverem na área.

4- Potencialize as habilidades do colaborador: além de identificar os pontos de melhoria, potencializar as habilidades que o colaborador já conhece e domina é uma excelente estratégia para agregar resultados positivos para a empresa e para o profissional. Adotar o treinamento para funcionários como uma etapa base da integração do colaborador à realidade da empresa no momento da admissão deveria ser uma estratégia utilizada por todas as corporações, de modo a engajar mais o profissional na execução de suas atividades.

5- Utilize novas tecnologias quando possível: novas tecnologias auxiliam muito nos processos de treinamento de funcionários. A agilidade na troca de dados oferecida por diversas plataformas pode ajudar na elaboração e disponibilização de treinamentos.

Quais os principais tipos de treinamento para funcionários que posso adotar na minha empresa?

O melhor tipo de treinamento para funcionários varia dependendo da empresa e dependendo das equipes. Uma equipe de marketing que trabalha com desenvolvimento de produtos numa empresa de cosméticos pode se beneficiar de treinamentos em marketing digital para promover seus produtos em redes sociais, por exemplo. Uma empresa de software que contrata muitos estagiários pode adotar treinamentos periódicos para integrar esses colaboradores com os sistemas mais utilizados. 

Como dito anteriormente, tudo depende dos objetivos que a empresa deseja atingir ao oferecer a possibilidade de capacitação. Para ajudar aqueles que desejam conhecer alguns tipos interessantes de treinamentos para funcionários, a mywork reuniu 3 estratégias comuns de treinamentos:

  • Treinamentos presenciais: é o método mais comum de treinamento para funcionários. Muitas empresas oferecem cursos e workshops em locais externos ou até mesmo dentro dentro de sua própria sede e o principal diferencial deste treinamento é a possibilidade de contato direto com o mentor e os feedbacks constantes. 
  • Treinamentos à distância: também muito comuns, os treinamentos à distância geralmente são feitos online, e focam na capacitação de funcionários em relação à realidade da empresa. Esse método de treinamento economiza tempo e dinheiro, uma vez que o treinamento pode ser feito no melhor horário e local para o colaborador. No entanto, nesse caso, é necessário acompanhar a realização dos treinamentos para garantir que o mesmo está sendo realizado de maneira correta.
  • Treinamento na prática: esse treinamento é voltado para o desenvolvimento e aprimoramento de habilidades específicas e consiste na aplicação prática de atividades relacionadas à área de atuação do colaborador, que poderão ser sua responsabilidade futuramente.

Além disso, reunimos também algumas dicas de treinamento para funcionários que podem ser feitos de maneira gratuita nas empresas:

  • Palestras de funcionários: Uma estratégia interessante para capacitar funcionários (principalmente aqueles que estão há menos tempo na empresa) é promover palestras juntamente com os funcionários mais antigos de casa, uma vez que o tempo de experiência e conhecimento técnico podem facilmente ser compartilhados dentro do ambiente da organização. Palestras periódicas nesse formato podem agregar muito no desempenho e na motivação de outros colaboradores.
  • Grupos de estudos: a formação de pequenos grupos para o estudo e debate de temas importantes na área de atuação da empresa também é uma boa estratégia para promover a integração entre as áreas e a troca de conhecimento entre diferentes profissionais, diferentes setores da empresa e até mesmo de diferentes níveis hierárquicos. Entender o mercado e a atuação da empresa sob a ótica de toda a empresa pode trazer uma rica troca de conhecimento e insights sobre o desempenho dos negócios.
  • Rotação de funções: já adotada em algumas empresas, a estratégia de rotação de funções é um tipo muito bom de treinamento para funcionários, principalmente para aqueles que trabalham em interface com diversas áreas da empresa. O departamento de importações, por exemplo, pode atender às demandas de importação da área de desenvolvimento de produtos, e oferecer a rotação de funções, para que os times entendam o funcionamento de suas áreas pode não apenas ampliar o entendimento das áreas sobre os processos interdependentes, mas também otimizar tal processo, uma vez que uma equipe passa a entender o trabalho da outra. 
  • Treinamentos com parceiros: muitas empresas mantêm relações de parceria com fornecedores, agências, investidores e até outras empresas da área. Boa parte destes parceiros se dispõem para oferecer gratuitamente treinamentos específicos para os colaboradores da empresa parceira, o que viabiliza uma grande troca de conhecimentos entre diferentes áreas do mercado. Apostar em tais treinamentos é uma boa maneira de capacitar colaboradores e estreitar vínculos de parcerias já existentes.
  • Treinamentos de integração: também muito comuns, os treinamentos de integração geralmente acontecem logo após a contratação de um novo colaborador e tem como objetivo alinhar as expectativas da empresa e do funcionário e integrá-lo com as principais regras, processos burocráticos, direitos e deveres, como quais benefícios o colaborador receberá, qual será sua jornada de trabalho, se haverá ou não a necessidade de bater ponto etc. Muitas empresas já oferecem soluções práticas para otimizar tais processos: a mywork, por exemplo, oferece um sistema simples para controle de ponto online, que pode ser usado pelos colaboradores no próprio celular.

Conclusão

Toda empresa deve entender que oferecer conhecimento e capacitação para seus colaboradores sempre é uma boa ideia. Minimizar gaps de conhecimento e habilidade é uma forma de valorizar o quadro interno de funcionários, desenvolver habilidades e reter talentos. Além disso, oferecer treinamento para funcionários periodicamente aumenta a sensação interna de que é possível evoluir dentro da empresa, uma vez que o colaborador tem a possibilidade de adquirir maior qualificação profissional.

Posts relacionados

Deixe um comentário