ponto pelo celular ponto pelo celular

Ponto pelo Celular – Como funciona?

6 minutos para ler

Marcar o ponto é uma obrigação de todas as empresas com mais de 10 funcionários. Desde 1943, com a criação da CLT pelo então presidente Getúlio Vargas, as empresas precisam fornecer um meio para que seus funcionários marquem suas entradas e saídas do trabalho. Estas informações são então utilizadas para elaborar a contabilidade, incluindo a própria folha de pagamento dos funcionários, com todas as horas extras, adicionais noturnos e outros direitos que a legislação permite. Naturalmente, não havia tecnologia como o ponto pelo celular naquela época.

Contudo, o método de marcação de ponto evoluiu muito ao longo dos anos. Por muito tempo utilizou-se um livro de ponto, onde cada funcionário fazia a própria anotação das entradas e saídas. Na década de 2000 começaram a ficar mais comuns o relógio de ponto eletrônico, que são equipamentos que ficam presos a uma parede onde o funcionário passa um crachá ou, se o ponto for biométrico, a própria digital.

Estamos já em 2018 (na época em que escrevemos este artigo) e o método mais moderno de de controle de ponto evoluiu. O ponto pelo celular e o ponto via web são as novidades que ajudam as empresas a fazerem essa marcação de ponto obrigatória. Apesar de já existirem há alguns anos, muitas pessoas ainda não são familiarizadas com essa tecnologia. Por isso, nós da mywork decidimos escrever esse artigo contando como funciona o ponto pelo celular.

A legislação do ponto pelo celular

O ponto pelo celular se enquadra na portaria 373 do ministério do trabalho. Essa portaria diz, entre outras coisas, que as empresas estão liberadas para fazer o controle de ponto dos funcionários de formas alternativas, desde que cumpram algumas regras básicas.

Entre estas regras estão não permitir a alteração do ponto e nem restringir a marcação do mesmo pelo funcionário. Ou seja, regras básicas para evitar qualquer tipo de fraude (se quiser ler mais sobre o assunto temos um artigo somente sobre isso). A empresa também deve checar sua convenção coletiva para ver o posicionamento do seu sindicato quanto a esses métodos alternativos de ponto pelo celular. O SINDPD, que é o sindicato da própria mywork, descreve claramente que aceita estes métodos.

Nós da mywork seguimos todas as regras exigidas pela legislação e estamos sempre buscando novos jeitos de proteger tanto empresas quanto funcionários e dar essa tranquilidade para todos os envolvidos.

A tecnologia por trás do ponto pelo celular

Por ser uma evolução tecnológica frente às soluções que existem hoje no mercado, o ponto pelo celular vem com uma série de novidades que fazem a vida do empresário, gestor de departamento pessoal e funcionário mais fácil.

O ponto pelo celular tipicamente funciona no modelo SaaS (Software as a Service), uma expressão em inglês que engloba todos os sistemas que são contratados e disponibilizados por período de tempo e que não precisam ser adquiridos via licença. Quem já utiliza Windows, Gmail corporativo ou até o próprio Netflix sabe bem como esse modelo funciona. O custo é uma simples mensalidade por funcionário.

A grande vantagem do modelo SaaS é que ele está sempre em constante atualização. Ou seja, a empresa que disponibiliza o sistema vai melhorando e adicionando novas funcionalidades ao longo do tempo. É comum que em períodos curtos de tempo (2 semanas, por exemplo), novas funcionalidades sejam adicionadas ao sistema sem qualquer tipo de custo extra. Um grande vantagem para o cliente!

É comum que este ponto pelo celular funcione perfeitamente tanto em celulares Android com iOS. A grande maioria também possui uma versão de ponto via web para as empresas que preferem que o funcionário bata o ponto em seu próprio computador.

Os benefícios do ponto pelo celular

Para começar, o ponto pelo celular não tem nenhum custo de instalação ou manutenção. Empresas que já utilizaram um relógio de ponto tradicional sabem que pagar R$2.000 pelo equipamento mais o seu custo de manutenção pode ser bastante oneroso. Em um estudo nosso, verificamos que o ponto pelo celular é o jeito mais barato de fazer o registro de ponto para pequenas e médias empresas.

O ponto pelo celular também inclui medidas de segurança para evitar qualquer tipo de fraude na hora de fazer a marcação do ponto. Elas incluem reconhecimento do IP da rede, para garantir que o funcionário está conectado à rede do escritório no momento da marcação da ponto, geolocalização para saber exatamente o local no caso de o funcionário não marcar o ponto no escritório entre muitas outras medidas de segurança. Senhas, biometria e fotos são também mecanismos que têm sido usado para minimizar este risco a ponto de o ponto pelo celular ficar mais seguro que qualquer outro sistema de ponto existente.

Integrações são também uma grande vantagem do ponto pelo celular. Os sistemas atuais já geram relatórios exigidos pelo governo e relatórios gerencias com informações para facilitar o pagamento de horas extras, cálculo de banco de horas e adicional noturno. Há também alguns módulos que permitem gerar arquivos que integram diretamente com a folha de pagamento, facilitando ainda mais o trabalho do cliente e do próprio contador.

Os custos do ponto pelo celular

Como dito acima, o ponto pelo celular é tipicamente cobrando no modelo SaaS. Isso quer dizer que o custo é uma mensalidade, tipicamente calculada com base no número de funcionários da empresa. Nós do sistema de controle de ponto online da mywork cobramos um preço por funcionário que pode chegar a ser inferior a R$5 por mês dependendo do tamanho da empresa.

Além disso, não há nenhuma cobrança de instalação ou manutenção. Também não se cobra taxa alguma por suporte na hora de utilizar o sistema. Acreditamos que esse é o modelo mais justo para os clientes

Se você tiver interesse em testar nossa plataforma de graça basta fazer um cadastro neste link e já ir convidando os colaboradores. Se precisar de qualquer auxílio, basta entrar em contato conosco por e-mail, chat ou telefone!

Posts relacionados

3 comentários em “Ponto pelo Celular – Como funciona?

  1. Como garantir que o trabalhador não esteja sendo monitorado fora de seu horário de expediente? Sendo o celular um objeto pessoal, o trabalhador pode ser obrigado a instalar esse app pra controle de seu ponto?

    1. Bom dia, Evilásio. No nosso sistema, o único momento em que a geolocalização é capturada é na hora de bater o ponto. O sistema não captura a localização de outros momentos. Nós também temos a preocupação de fazer um app que seja pequeno em tamanho e possa ser usado offline para que não haja qualquer problema para o funcionário. Alguns clientes optam por deixar explícito no Contrato de Trabalho que o celular é um dispositivo de trabalho e pode ser usado para este fim. Mas é uma boa conversa para ter com o seu contador, jurídico ou sindicato. Abraços

Deixe um comentário