Trabalho Flexível Trabalho Flexível

O Guia Completo da Jornada de Trabalho Flexível

7 minutos para ler

Você provavelmente já sabe que muitos trabalhadores têm a possibilidade de realizar uma jornada de trabalho flexível. Mas como esse regime de horários funciona?

A Consolidação das Leis Trabalhistas determina que a jornada de trabalho tradicional deve ter 8 horas diárias, com possibilidade de realizar 2 horas extras por dia. O total da jornada de trabalho comum soma 44 horas semanais.

E embora muitas empresas delimitem um horário fixo de horas de trabalho para seus colaboradores, há muitas organizações que optam por implementar o trabalho flexível como regime oficial.

Neste artigo, vamos te mostrar como o trabalho flexível funciona na prática e também abordaremos as regras da CLT para este modelo de jornada de trabalho. Leia mais!

O que é a jornada de trabalho flexível?

Geralmente, o trabalho flexível é determinado através de um acordo entre o colaborador e a empresa, já que muitos negócios adotam esse regime de trabalho para dar mais autonomia e liberdade para seus funcionários.

A CLT conta com uma série de regras para organizar as jornadas de trabalho dos profissionais brasileiros e uma delas é o artigo 58, que diz:

“A duração normal do trabalho, para os empregados em qualquer atividade privada, não excederá 8 (oito) horas diárias, desde que não seja fixado expressamente outro limite”

Assim, todos os profissionais que atuam com carteira de trabalho e previdência social assinada devem cumprir 8 horas diárias de trabalho ou 44 horas semanais, como mencionado anteriormente.

No entanto, o modelo de trabalho flexível permite que o empregador e o trabalhador entrem em um acordo a respeito de como a jornada de trabalho será cumprida.

O principal objetivo deste acordo firmado entre as partes é garantir mais autonomia, liberdade e flexibilidade para o dia a dia de trabalho dos profissionais.

Como o trabalho flexível funciona na prática?

Além do que diz a CLT, é comum que os trabalhadores que não têm uma jornada de trabalho flexível sejam obrigados a cumprir um limite de horário pré-estabelecido pela empresa.

O trabalho flexível, no entanto, torna o cumprimento das horas de trabalho menos rígido! Isso porque o trabalhador pode decidir como melhor cumprir as horas de trabalho.

Assim, o profissional pode determinar seus próprios horários de entrada e saída do trabalho todos os dias, alinhando as horas de trabalho às outras necessidades e compromissos. 

Tudo isso é possível graças à grande variedade de acordos que podem ser realizados com a empresa. Suponhamos que um profissional tenha uma jornada de trabalho flexível e precisa determinar seus horários de entrada e saída diária. Estes podem ser:

  • Entrar às 07h e sair às 16h;
  • Entrar às 08h e sair às 17h;
  • Entrar às 09h e sair às 18h;
  • Entrar às 10h e sair às 17h;
  • E assim por diante.

A ideia geral, portanto, é que desde que as 8 horas diárias de trabalho sejam feitas, o colaborador tem a liberdade de decidir como cumpri-las.

Vale ressaltar, no entanto, que algumas jornadas de trabalho flexíveis podem estar sujeitas ao pagamento de adicional noturno, pois o colaborador que está em atividade laboral após às 22h tem o direito de receber esta verba trabalhista.

É importante que as empresas e os colaboradores entendam detalhes como esse para determinar até que ponto vale a pena flexibilizar as jornadas. Além disso, para garantir o pagamento correto de eventuais horas extras e adicionais noturnos, é importante registrar o ponto dos colaboradores com um sistema seguro e completo, como é o da mywork. (Clique aqui e teste gratuitamente)

Também é essencial que as empresas consultem as convenções coletivas de trabalho de seus colaboradores para entender se é possível permitir o trabalho flexível na organização.

Quais são as vantagens da jornada de trabalho flexível?

Agora que você já entendeu o que é, de fato, o trabalho flexível, é hora de saber mais sobre os benefícios que esse modelo de trabalho agrega para a empresa e para os colaboradores.

Vantagens da jornada flexível para os colaboradores:

  • Equilíbrio da vida pessoal e profissional: o trabalho flexível facilita a adaptação entre compromissos profissionais e pessoais dos colaboradores, o que tende a gerar um maior senso de responsabilidade e autonomia para a tomada de decisões. Além disso, a satisfação com o trabalho tende a melhorar.
  • Redução de gastos: os colaboradores podem se beneficiar muito com a redução de gastos para comer fora de casa e para se locomover até a empresa.
  • Diminuição de tempo perdido: os colaboradores que têm horários de trabalho flexíveis tendem a ficar menos tempo no transporte coletivo ou no trânsito até o trabalho, já que poderá se deslocar até a empresa fora de horários de pico. Se a empresa permitir o home-office, é possível acabar totalmente com a perda de tempo no trânsito casa-empresa.

Vantagens da jornada flexível para a empresa:

  • Aumento da produtividade e satisfação: ao ter mais autonomia, os colaboradores tendem a ficar mais satisfeitos com o ambiente de trabalho e com a empresa como um todo. Níveis de satisfação altos impactam positivamente nos resultados da empresa, pois a produtividade dos funcionários também aumenta.
  • Retenção de talentos: com níveis altos de satisfação interna, a tendência é que os profissionais não busquem por outras vagas de trabalho disponíveis no mercado, pois valorizam o ecossistema da empresa e as atividades que desempenham nela. Essa retenção de talentos também ajuda a diminuir custos com processos seletivos constantes e reduz o índice de turnover.

Como gerenciar a jornada de trabalho flexível?

Muitas empresas que desejam adotar o modelo de trabalho flexível ficam receosas em fazê-lo, pois não sabem se é possível administrar os horários de trabalho dos funcionários nesse modelo.

A boa notícia é que hoje em dia isso é extremamente fácil!

Primeiramente, é importante destacar que da mesma forma que os colaboradores que têm horários fixos de trabalho devem fazer o registro de ponto diariamente, aqueles que atuam num regime de trabalho flexível também devem fazer o controle de ponto correto.

Isso acontece porque a CLT também determina que todas as empresas com mais de 20 funcionários devem registrar os horários de entrada e saída de seus colaboradores. Então, independente da jornada de trabalho ser flexível ou não, os profissionais devem bater ponto.

Um sistema de controle de ponto eletrônico é a forma mais prática, segura e ágil de fazer esse registro de horas trabalhadas. Um controle de ponto online ainda permite que os funcionários batam o ponto no próprio celular, através de aplicativos específicos para isso.

Essas soluções facilitam muito a gestão de todo tipo de jornada de trabalho, inclusive as flexíveis! O melhor de tudo é que você pode testar a solução de controle de ponto da mywork, o melhor ponto online do Brasil, durante 15 dias e de graça! Clique aqui e faça seu teste grátis.

Posts relacionados

Deixe um comentário